7 dicas para fidelizar clientes no varejo

7 dicas para fidelizar clientes no varejo

Para uma empresa, mais importante que um cliente satisfeito é um cliente fiel. Isso porque estima-se que manter um cliente fiel pode ser até cinco vezes mais barato que conquistar um novo, sendo que eles chegam a responder por até 65% de todas as vendas de uma empresa. Assim, investir na fidelização dos clientes é um tiro certeiro para qualquer empreendedor que busca a sustentabilidade do seu negócio, principalmente em tempos de instabilidade econômica, concorrência acirrada e consumidores cautelosos. Para ajudá-lo a reter seus clientes frequentes e economizar dinheiro na captação de novos, separamos algumas dicas de como fidelizá-los:   1 – Entenda seu público Conhecer bem o perfil do seu público é essencial para o planejamento de suas estratégias. Por isso, pesquise o mercado e entenda as necessidades dos seus clientes, comprometendo-se em atendê-las com os seus produtos e serviços. Hoje existem ferramentas que permitem cadastrar informações essenciais dos seus clientes, como nome, e-mail, telefone, data de aniversário, etc. Dessa forma fica muito mais fácil utilizá-las a favor do seu negócio.   2 – Trabalhe a imagem da sua empresa Credibilidade é algo que conta muito para o consumidor na hora de investir o seu dinheiro, ainda mais em época de instabilidade econômica. Por isso, invista em atendimento e experiência de compra, preocupando-se em facilitar a vida do seu cliente e solucionar possíveis problemas da melhor forma possível.   3 – Invista em promoções Uma campanha promocional, se bem planejada, impulsiona as vendas e permite que você faça o estoque da sua empresa girar. Além disso, os consumidores estão sempre de olho em produtos com desconto quando precisam...
Abrir meu negócio sem largar o emprego: é possível?

Abrir meu negócio sem largar o emprego: é possível?

“É possível abrir meu negócio sem largar meu emprego de carteira assinada?” Essa é uma dúvida muito frequente entre as pessoas que querem iniciar seu negócio. A incerteza de se a empreitada realmente dará certo e será uma fonte de renda segura para se manter adiam o sonho de muita gente. No entanto, na maioria das vezes o espírito empreendedor já vive dentro delas, mas o medo pode fazer com que nunca coloquem seus planos em prática. Uma alternativa que muitos não pensam é montar seu negócio sem ter que necessariamente pedir demissão do seu emprego atual. Para ajudar você a tirar suas ideias do papel, separamos dicas para iniciar o seu negócio e continuar trabalhando na empresa atual até que consiga tornar mais sólida sua empreitada.   1) Você quer mesmo empreender? Você está preparado para se dedicar as atividades da sua empresa e do local em que está empregado? Para que isso funcione, você deve estar ciente que sua vida pessoal sofrerá mudanças, pois seu tempo será basicamente dedicado ao trabalho. Não adianta se comprometer com esse desafio se sua mente não estiver focada nisso. Para ajudá-lo, coloque todas as suas atividades e compromissos da sua agenda em um papel. Assim, verá se existe algo mais importante que a sua vontade de empreender. Caso exista, significa que ainda não é o momento para você começar a sua empresa.   2) Tenha domínio sobre o funcionamento de uma empresa Você deve se preparar para gerenciar o seu negócio. Antes de colocar a mão na massa, aprenda sobre finanças, gestão de negócios, pessoas, marketing, etc. Você pode adquirir esses conhecimentos...
7 dicas para fazer sua empresa familiar dar certo

7 dicas para fazer sua empresa familiar dar certo

Campeão em números no Brasil, os negócios familiares atingem cerca de 90% das 6 milhões de empresas em atividade no país. No entanto, apenas uma em cada três empresas familiares ultrapassa a terceira geração de seus fundadores, e destas, apenas 30% conseguem chegar na quarta geração. Um dos grandes motivos para essa realidade é a dificuldade em separar assuntos familiares de trabalho. Além disso, muitos filhos não têm a mesma vocação que seus pais para levarem o negócio adiante. Mas fique tranquilo, pois nem tudo está perdido. Se você está empenhado em fazer com que o negócio da sua família permaneça ativo por muitos anos, aproveite as dicas que preparamos para fazer o seu negócio familiar dar certo:   1) Parentes, parentes, negócios à parte Apontado como um dos principais problemas, também é o primeiro item a ser cuidado. Conflitos familiares são comuns, mas o importante é fazer com que eles não cheguem na empresa. A separação da relação profissional da familiar é de suma importância, por isso, resolva as brigas familiares em casa e não se influencie por possíveis desavenças no ambiente de trabalho.   2) Não misture as finanças da empresa com as pessoais Principal caminho para descontrole de gastos, por isso, misturar despesas pessoais com as da empresa deve ser evitado. Tenha pré-definido o pró-labore, que é a remuneração destinada aos sócios por seu trabalho na empresa, bem como os salários dos funcionários que fazem parte da família. Isso evita confusão e faz com que você tenha conhecimento de gastos com os salários todo mês.   3) Defina os cargos de cada integrante da família (por...
Black Friday: 7 dicas para preparar sua loja

Black Friday: 7 dicas para preparar sua loja

Disseminada nos Estados Unidos e copiada no resto do mundo, a Black Friday é um evento do varejo marcado por descontos agressivos em diferentes lojas. A edição desse ano acontece no dia 24 de novembro e promete dar fôlego as vendas, que estão fragilizadas em função da crise econômica.   A expectativa para a data é grande, já que três em cada 10 brasileiros pretendem fazer alguma compra na edição deste ano, segundo pesquisa do SerasaConsumidor. Além disso, estima-se que as lojas vendam 15% mais que na Black Friday de 2016.   Para você aproveitar essa data e vender muito, sendo sua loja física ou virtual, é preciso tomar alguns cuidados e se preparar. Por isso, preparamos uma lista com 7 dicas para você se dar bem nessa Black Friday:   1) Crie promoções reais Aquela história de fazer “metade do dobro do preço” não funciona mais. A cada edição da Black Friday, o consumidor – e o Procon – está cada vez mais ligado para não cair em armadilhas. Para não ficar longe da realidade, faça uma pesquisa de mercado na concorrência, veja por quanto estão oferecendo os produtos e tente se enquadrar nos preços praticados.   2) Prepare a equipe Se você tiver uma loja física, é preciso ter uma equipe bem preparada e com conhecimento sobre os produtos que oferece. O atendimento pode ser fator determinante para o sucesso da sua loja durante a Black Friday, por isso, você deve proporcionar sempre o melhor aos seus clientes. Importante: os vendedores devem estar instruídos a oferecerem as promoções aos clientes além dos itens que eles estiverem procurando. Isso...
10 aplicativos gratuitos para empreendedores

10 aplicativos gratuitos para empreendedores

Um empreendedor nem sempre consegue passar o dia no escritório ou na loja, certo? Mesmo assim precisa ter controle sobre tudo que está acontecendo dentro da sua empresa. Para ajudar nesse desafio, montamos uma lista com 10 aplicativos gratuitos para empreendedores baixarem nos seus smartphones ou tablets e terem sempre o controle do seu negócio nas mãos.   1. Trello Disponível para: Android, IOS e Windows Phone. O Trello é um organizador de tarefas e eventos bastante funcional. Inspirado na metodologia Scrum, permite que você organize suas tarefas por colunas, onde são criados os cartões – que seriam as tarefas. Esses cartões podem ser movidos de uma coluna para outra (de uma chamada “em desenvolvimento” para “concluído” por exemplo). Você pode também especificar o dono de cada tarefa, além de comentar e carregar arquivos.   2. Skype Disponível para: Android, IOS e PC. O Skype é um dos mais antigos e conhecidos serviços de comunicação na Internet. Ele permite mensagens instantâneas, comunicação por voz e videoconferência, além de SMS. As ligações pelo Skype são muito populares por serem gratuitas e possuir um custo bem baixo para ligações telefônicas para outros países.   3. Evernote Disponível para: Android, IOS e outras plataformas. Esse aplicativo é perfeito para você fazer as suas anotações sem correr o risco de perder os papeizinhos por aí. Você pode criar notas, fotografar, digitalizar anotações em papel e ainda colecionar recortes da web. Na versão gratuita o app guarda as suas informações na nuvem, mas também existe a versão paga que permite você acessar o conteúdo off-line.   4. Canva Disponível para: Desktop e iPhone. O Canva...
Clientes difíceis: 4 dicas para lidar com eles

Clientes difíceis: 4 dicas para lidar com eles

Se você ganha a vida vendendo algo – seja um produto, serviço, ideia inovadora ou até ações de sua empresa – você tem de encarar clientes difíceis de tempos em tempos. É um fato. São aqueles seres que criticam você e sua empresa de forma desmedida, dão trabalho na hora de pagar, fazem ameaças por pouca coisa, chantageiam ou ficam achando problema nos mínimos detalhes. Apesar de não ser fácil, faz parte de ser um bom vendedor encará-los de frente e com profissionalismo. Aqui vão dicas valiosas de como fazer isso:   1. Evite reagir e meça suas palavras: Muitas vezes, quando o cliente começa a pressionar você, principalmente com acusações e palavras duras, é natural ter vontade de revidar. Mostrar ao outro quão errado ele está. Cuidado! Essa estratégia pode sair pela culatra. Pode aumentar o calor da discussão e colocar vocês dois em posições antagônicas. Busque manter a calma respirando fundo e não levando para o lado pessoal. Preste atenção a seu próprio tom de voz para garantir que você não está falando mais alto por se sentir provocado. Deixe o cliente terminar de falar e coloque-se de forma profissional: com calma e mostrando domínio da situação.   2. Use a abuse da 1ª pessoa: É comum quando não estamos de acordo com algo começar a apontar dedos: mostrar como, quando ou onde o outro errou. Isto se dá com frases que começam com “você isto, você aquilo” e geralmente dificulta um bom entendimento entre as partes. Se seu objetivo é resolver a situação e gerar algum nível de concordância, o ideal é usar a 1ª pessoa,...