O que acontece se você não gerencia o estoque?

O que acontece se você não gerencia o estoque?

O monitoramento adequado das entradas e saídas dos produtos que estão na sua loja é de extrema importância para a saúde do negócio. Se você gerencia o estoque, além da avaliação do giro das mercadorias, tem em mãos informações-chave para planejar ações e aumentar a competitividade da sua empresa. Não controlar seu estoque (ou não ter uma ferramenta para isso) pode causar danos irreversíveis na gestão do seu negócio. E para você evitá-los, nada melhor que conhecê-los, certo? Então vamos lá!   1) Comprar itens desnecessários O controle de itens no estoque vai determinar, sobretudo, a quantidade e o momento das compras que você deve fazer dos seus fornecedores. O desconhecimento da quantidade de produtos que estão estocados pode levá-lo a adquirir mais produtos sem a real demanda, deixando alguns desses itens encalhados. E estoque parado é dinheiro perdido, concorda?   2) Perder mercadorias ou vendas Sem um gerenciamento você sempre terá dúvida entre comprar produtos para garantir a venda ou não comprar para evitar custos. Algumas mercadorias, especialmente as perecíveis, poderão ultrapassar o prazo de validade e até mesmo sair de comercialização. Se você comprar menos do que certos períodos demandam, poderá perder oportunidades de venda. Um dos grandes desafios do empreendedor é levantar um estoque que se mantenha compatível com as vendas do negócio.    3) Sofrer furtos e desvios Sem o controle de entradas e saídas, nada vai garantir que você esteja protegido de furtos. Isso é importante principalmente para lojas ou quiosques localizados em pontos de grande circulação de pessoas.   4) Não conseguir identificar problemas Como ter um panorama das falhas de gestão e outros problemas...
Abrir meu negócio sem largar o emprego: é possível?

Abrir meu negócio sem largar o emprego: é possível?

“É possível abrir meu negócio sem largar meu emprego de carteira assinada?” Essa é uma dúvida muito frequente entre as pessoas que querem iniciar seu negócio. A incerteza de se a empreitada realmente dará certo e será uma fonte de renda segura para se manter adiam o sonho de muita gente. No entanto, na maioria das vezes o espírito empreendedor já vive dentro delas, mas o medo pode fazer com que nunca coloquem seus planos em prática. Uma alternativa que muitos não pensam é montar seu negócio sem ter que necessariamente pedir demissão do seu emprego atual. Para ajudar você a tirar suas ideias do papel, separamos dicas para iniciar o seu negócio e continuar trabalhando na empresa atual até que consiga tornar mais sólida sua empreitada.   1) Você quer mesmo empreender? Você está preparado para se dedicar as atividades da sua empresa e do local em que está empregado? Para que isso funcione, você deve estar ciente que sua vida pessoal sofrerá mudanças, pois seu tempo será basicamente dedicado ao trabalho. Não adianta se comprometer com esse desafio se sua mente não estiver focada nisso. Para ajudá-lo, coloque todas as suas atividades e compromissos da sua agenda em um papel. Assim, verá se existe algo mais importante que a sua vontade de empreender. Caso exista, significa que ainda não é o momento para você começar a sua empresa.   2) Tenha domínio sobre o funcionamento de uma empresa Você deve se preparar para gerenciar o seu negócio. Antes de colocar a mão na massa, aprenda sobre finanças, gestão de negócios, pessoas, marketing, etc. Você pode adquirir esses conhecimentos...
7 dicas para fazer sua empresa familiar dar certo

7 dicas para fazer sua empresa familiar dar certo

Campeão em números no Brasil, os negócios familiares atingem cerca de 90% das 6 milhões de empresas em atividade no país. No entanto, apenas uma em cada três empresas familiares ultrapassa a terceira geração de seus fundadores, e destas, apenas 30% conseguem chegar na quarta geração. Um dos grandes motivos para essa realidade é a dificuldade em separar assuntos familiares de trabalho. Além disso, muitos filhos não têm a mesma vocação que seus pais para levarem o negócio adiante. Mas fique tranquilo, pois nem tudo está perdido. Se você está empenhado em fazer com que o negócio da sua família permaneça ativo por muitos anos, aproveite as dicas que preparamos para fazer o seu negócio familiar dar certo:   1) Parentes, parentes, negócios à parte Apontado como um dos principais problemas, também é o primeiro item a ser cuidado. Conflitos familiares são comuns, mas o importante é fazer com que eles não cheguem na empresa. A separação da relação profissional da familiar é de suma importância, por isso, resolva as brigas familiares em casa e não se influencie por possíveis desavenças no ambiente de trabalho.   2) Não misture as finanças da empresa com as pessoais Principal caminho para descontrole de gastos, por isso, misturar despesas pessoais com as da empresa deve ser evitado. Tenha pré-definido o pró-labore, que é a remuneração destinada aos sócios por seu trabalho na empresa, bem como os salários dos funcionários que fazem parte da família. Isso evita confusão e faz com que você tenha conhecimento de gastos com os salários todo mês.   3) Defina os cargos de cada integrante da família (por...
10 aplicativos gratuitos para empreendedores

10 aplicativos gratuitos para empreendedores

Um empreendedor nem sempre consegue passar o dia no escritório ou na loja, certo? Mesmo assim precisa ter controle sobre tudo que está acontecendo dentro da sua empresa. Para ajudar nesse desafio, montamos uma lista com 10 aplicativos gratuitos para empreendedores baixarem nos seus smartphones ou tablets e terem sempre o controle do seu negócio nas mãos.   1. Trello Disponível para: Android, IOS e Windows Phone. O Trello é um organizador de tarefas e eventos bastante funcional. Inspirado na metodologia Scrum, permite que você organize suas tarefas por colunas, onde são criados os cartões – que seriam as tarefas. Esses cartões podem ser movidos de uma coluna para outra (de uma chamada “em desenvolvimento” para “concluído” por exemplo). Você pode também especificar o dono de cada tarefa, além de comentar e carregar arquivos.   2. Skype Disponível para: Android, IOS e PC. O Skype é um dos mais antigos e conhecidos serviços de comunicação na Internet. Ele permite mensagens instantâneas, comunicação por voz e videoconferência, além de SMS. As ligações pelo Skype são muito populares por serem gratuitas e possuir um custo bem baixo para ligações telefônicas para outros países.   3. Evernote Disponível para: Android, IOS e outras plataformas. Esse aplicativo é perfeito para você fazer as suas anotações sem correr o risco de perder os papeizinhos por aí. Você pode criar notas, fotografar, digitalizar anotações em papel e ainda colecionar recortes da web. Na versão gratuita o app guarda as suas informações na nuvem, mas também existe a versão paga que permite você acessar o conteúdo off-line.   4. Canva Disponível para: Desktop e iPhone. O Canva...
Como usar as redes sociais a favor da minha loja?

Como usar as redes sociais a favor da minha loja?

As redes sociais ganharam grande força como meio de divulgação das marcas e, atualmente, qualquer varejo deve aproveitar o ambiente virtual para favorecer a ampliação da sua fatia no mercado. Separamos três vantagens competitivas do uso das redes sociais para impulsionar o seu negócio: 1. Crie relacionamentos As redes sociais são um campo de interação rápida, onde loja poderá estabelecer relacionamentos com os clientes já fidelizados e atrair os em potencial. Um dos pontos-chave para garantir um bom desempenho nas mídias sociais é oferecer um conteúdo relevante que o público possa se identificar, criando no futuro a necessidade de compra. Você deve desenvolver sua comunicação de acordo com o seu público e produto. As interações estabelecidas podem aumentar de modo consistente a satisfação das pessoas em relação à sua marca. Por isso, as respostas devem ser dadas rapidamente sempre que houver o contato do público por esses canais. 2. Melhore seus produtos É comum que as pessoas comentem nas redes sociais (assim como em blogs e sites especializados) se estão satisfeitas com os produtos e as marcas que consomem. Por isso é importante estar sempre atento. Assim, caso haja algum transtorno com em uma remessa de produtos, por exemplo, você poderá consertar o inconveniente de forma mais ágil, antes que o problema vire uma bola de neve e arranhe a reputação da sua marca. 3. Analise a concorrência Independentemente de você estar atuando de maneira eficiente nas redes sociais ou não, uma coisa é certa: a maioria dos seus concorrentes está lá se relacionando com o mesmo público-alvo e divulgando os seus produtos. Essa é a sua chance de...
Estoque: 7 dicas para manter o seu em dia

Estoque: 7 dicas para manter o seu em dia

A má gestão de estoque, independentemente do tamanho da sua empresa, é um problema que pode levar você à falência. Para os pequenos empreendedores, a dificuldade é ainda maior, já que muitas vezes não se tem a mão-de-obra suficiente para ajudá-los nesse trabalho. Uma coisa é fato: um estoque bem organizado é uma das formas de manter clientes fiéis, pois, assim, é possível cumprir prazos de entrega, não ficar sem produtos, entre outros fatores. Para manter o seu estoque sempre dia, siga as dicas que preparamos para você:   1) Controle e registre entradas e saídas É importante saber quantos produtos tem em casa e mensurar como anda a busca por cada um deles. Isso evita que você perca a venda por falta de estoque ou adquira muitos itens que não têm saída.   2) Atenção para produtos perecíveis Itens com prazo de validade merecem uma atenção a mais. Tome cuidado para não abarrotar seu estoque com esses produtos sem ter certeza que a saída deles é boa. Compre apenas o que sabe que vai vender no prazo de tempo estipulado para não perder dinheiro e nem levar multas com produtos vencidos.   3) Mantenha a organização física do seu estoque Para garantir que a mercadoria que você deseja seja facilmente encontrada no seu estoque, mantenha locais específicos para cada produto e identifique-os. Além de facilitar na hora da separação, inibe furtos e facilita quando for realizar inventários.   4) Calcule a previsão da demanda Com o controle de entrada e saídas de seu estoque, faça uma estimativa de demanda de cada produto. Assim não corre o risco de...